domingo, 11 de março de 2007

Porque escolhemos João Carrascalão

O Presidente da República de Timor-Leste tem de ser um homem que consiga congregar todos os timorenses em torno de um único objectivo premente neste momento difícil que vivemos: a unidade da Nação timorense.
O país encontra-se totalmente à deriva, perderam-se as referências históricas, a dignidade do povo foi aviltada e corremos sério risco de perdermos completamente a nossa identidade enquanto povo.
O frágil edifício da democracia timorense ameaça extinguir-se.
O país está fragmentado, dividido, desunido, sem referências.
Com a independência de Timor-Leste conseguida à custa de muito sofrimento e com o esforço de todos, apenas uma ínfima parte do povo que integra a Nação timorense se pode vangloriar de ter sentido os benefícios dessa independência enquanto que a maioria se sente perdida, marginalizada, esquecida.
O povo está descontente. A razão da insatisfação popular prende-se directamente com a falta de resposta aos seus anseios enquanto cidadãos deste país.
Como cidadãos, queremos sentir-nos filhos da Nação de que fazemos parte. Queremos contribuir com o nosso trabalho para o desenvolvimento de Timor-Leste. Porque entendemos que os timorenses têm direito a usufruir do bem-estar social, económico, político que o desenvolvimento do país necessariamente trará.
Entendemos que os benefícios conseguidos devem ser partilhados por todos quantos integram a Nação, independentemente da sua condição social, credo, raça ou opção política.
Queremos uma Nação da qual todos sejamos filhos dilectos.
Queremos um país onde os órgãos de soberania se respeitem mutuamente e trabalhem em estreita cooperação no sentido de servir o povo, componente essencial para a existência da Nação Timor-Leste.
Queremos um Timor-Leste democrático, solidário, desenvolvido, no qual as necessidades básicas do povo sejam uma prioridade em detrimento dos interesses de grupos.
Queremos um país onde haja respeito mútuo, onde haja Justiça, onde haja diálogo. Onde haja paz.
É chegada a hora de reconstruir o país. Todos não seremos demais para uma tarefa que, sabemos, não será fácil. Mas acreditamos que seja possível fazê-lo desde que o primeiro representante da Nação timorense se proponha ao trabalho árduo de servir e unir o povo timorense.
No momento mais difícil da nossa História como país independente, é fundamental que o representante máximo da Nação timorense seja uma personalidade séria, credível, com espírito democrático, aberto ao diálogo, carismático, solidário, amigo.
Uma personalidade de bem que defenda intransigentemente os princípios da Justiça, da Tolerância e da Igualdade. Que pugne pela defesa dos interesses do povo e do país. Que devolva a nossa dignidade perdida. Que saiba valorizar a importância da família na sociedade timorense. Que defenda os mais carenciados. Que trabalhe em conjunto com os outros órgãos de soberania. Que valorize o povo de que faz parte.
Por isso, escolhemos o Eng.º João Viegas Carrascalão para nosso candidato aPresidente da República Democrática de Timor-Leste.
Porque João Carrascalão reúne todas as qualidades exigíveis a um Chefe de Estado.
Porque João Carrascalão é um Homem de bem. João Carrascalão é um Homem de Paz!

A Comissão Independente de Apoio à Candidatura de João Carrascalão


3 comentários:

JoaoLimaTavares disse...

Parabéns pela criação deste espaço tão necessário.

Ao candidato, desejo o maior sucesso nesta jornada em prol do nosso povo e da nossa terra.

Espero em 9 de Abril, celebrar a sua eleição à primeira volta, ou pelo menos, a passagem à segunda volta.

Timor do nascer do sol disse...

Optima ideia esta de criar um blog. Parabéns João Carrascalão pela sua candidatura. Que o povo votante saiba ver a diferençå entre ti e os outros candidatos. Faço votos e rezo para que ganhes logoá primeira

Maria Guterres

AnadoCastelo disse...

Parabéns João pela sua candidatura. Timor necessita de um homem assim. Tenho pena de aí não estar para ajudar a Nuta e mais pena ainda de não poder votar, pois contaria de certeza com o meu voto. No entanto, desejo o maior sucesso nesta jornada que de certeza não vai ser fácil, mas que vai ultrapassar com certeza.
Um beijo para vocês